quarta-feira, 25 de março de 2009


Till We Ain't Strangers Anymore
(Jon Bon Jovi, Richie Sambora e Brett James)




It might be hard to be lovers,
but it's harder to be friends
Baby pull down the covers,
it's time you let me in
Maybe light a couple candles,
I'll just go ahead and lock the door
If you just talk to me baby,
till we ain't strangers anymore.

Lay your head on my pillow,
I sit beside you on the bed
Don't you think it's time we say
some things we haven't said
Ain't too late to get back to that place
Back to the way we thought it was before
Why don't you look at me here,
till we ain't strangers anymore.

Sometimes it's hard to love me,
sometimes it's hard to love you too
I know it's hard believin,
that love can pull us through
It would be so easy,
to live your life with one foot out the door
Just hold me baby,
till we ain't strangers anymore.

It's hard to find forgivness
When we just run out of lies
It's hard to say you're sorry
When you can't tell wrong from right
It would be so easy
To spend your whole damn life
Just keeping score
So let's get down to it baby
There ain't no need to lie
Tell me who you think you see
When you look into my eyes
Let's put our two hearts back together
And we'll leave the broken pieces on the floor
Make love with me baby
Till we ain't strangers anymore.

We're not strangers anymore
We're not strangers
We're not strangers anymore


AE.25/03/2009

domingo, 8 de março de 2009

Falar


O simples de mim é falar.
Falar para ajudar,
Falar para curar,
Falar para entender,
Falar para partilhar, acompanhar, fazer rir e compreender.

Sou palavras.
Palavras que vem de dentro e buscam se tornar concretas.
Com o único propósito de ser feliz e fazer feliz quem me cerca e quem eu amo.

Achou que sou assim.
Palavras ingênuas muitas vezes,
Palavras altas e ásperas em tantas outras.

Mas de onde emanam essas palavras é pequeno, é criança, é algo que não conhece o impossível, pois sabe e sente que precisa continuar do jeito que pode, da maneira que dá.

Palavras que buscam outras que as completem.
Buscam palavras simples.
Para que nessa simplicidade se possa ser feliz,
Não com muito ou pouco, simplesmente com o essencial.

AE.13/01/09-RA

sexta-feira, 6 de março de 2009

Believe


Por muito tempo em minha vida esperei encontrar alguém que completasse as coisas que eu escrevo, alguém que me fizesse rir com coisas inteligentes, que me surpreendesse com atitudes simples e triviais, alguém que se preocupasse com o que eu não digo, para que o mais importante e essencial fosse sentido.

Alguém que me fizesse chorar com alma de emoção.

Por muito tempo quis alguém que pudesse estar ali, que quisesse e buscasse as mesmas coisas que eu, e acima de tudo estivesse afim e disposto a enfrentar tudo que fosse preciso para que pudéssemos realizar os nossos sonhos.

Alguém que me fizesse sonhar e que acima de tudo me ajudasse a realizar.

Por muito tempo desejei alguém que me tocasse sem ao menos estar perto, alguém que me fizesse acreditar que o gelo que me paralisava não existia, e sim a armadura que eu me permitir vestir que me bloqueava e fazia com que tudo que fosse externo a mim se tornasse motivo de dúvida e desconfiança.

Alguém que me fizesse conhecer o que eu tanto temo.

Por muito tempo sonhei com alguém que fosse capaz de me fazer acreditar que o amor não faz doer e sim é reconfortante e capaz de fazer feliz ao saber que há alguém por você que o ama e está ali pelo simples fato de admirar você por tudo que é, e não apenas pelas coisas boas que é capaz de enxergar.

Alguém que se complete em mim.

Há algum tempo percebi que posso sofrer muito até encontrar alguém assim e então tornei a guardar todos meus sonhos em uma caixa na última prateleira da minha estante, e quem sabe, talvez um dia eu encontre alguém que seja capaz de me fazer duvidar até que consiga acreditar.


AE.05/03/2009