sábado, 29 de setembro de 2012

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Enquanto o tempo passa


Sabe aquela parte do filme onde a personagem geralmente esta caminhando em uma rua e de fundo há uma música, calma, quase triste que nos acalenta a alma? Chove ou neva enquanto o tempo passa, e nossa empatia normalmente nos faz considerar os aspectos de nossa própria vida.
Há tempos tenho estado assim... considerando.

AE.29/09/2012-AE

segunda-feira, 24 de setembro de 2012



Preciso mais não quero dormir, quero continuar sentindo a companhia que a solidão dos pensamentos me dá.
Saudades, perguntas e anseios.
Tudo sempre tão transitório.
Tenho estado assim por esses dias...
Frases curtas feito flor miúda.

AE.24/09/2012

domingo, 23 de setembro de 2012



O sentimento clama na ponta dos dedos..
No entanto, dentro de mim é brisa de fim de tarde, é quietude, é mansidão.
Há em mim saudades... Do que passou e do que não foi.
Sinto, sinto, sinto.
Há em mim, há aqui... O vento sopra e me traz você.
Quero ficar assim, com você junto a mim, cheiro de flor em lugar quente.

AE. 23/09/2012

Diferencial



Seja para mim o que é, e me revela.
Seja a exceção neste mundo de pessoas corriqueiras e sem nenhum diferencial.
Seja quem é. Meu sentimento emana do que há em mim para sermos.
Seja a força da completude e o reflexo do caráter que bem poucos possuem.
Seja a responsabilidade ao se apresentar como ser humano para as outras pessoas.
Não seja leviano, tenha valor ao tocar a vida delas.
Não seja falso, o tempo revela os incapazes de ser essenciais e originais.
Não seja fútil, o mundo já está cheio de pessoas assim.
Não seja oportunista como mosca que espreita a carne, viva ou morta, para colocar seus ovos corrosivos.
Seja o que tem significado, seja o que marca e o que ficará para sempre, menos que isso é comum, sem brilho e não representa algo que valha a pena.



Me parece mais coerente esperar pelo melhor 
que é raro, do que me submeter a qualquer 
coisa de qualquer um.


Tem que que ser especial, não para passar o tempo.


AE. 23/09/2012-MT

sábado, 22 de setembro de 2012

Foto: A. E. Castro

Sente isso que te toca e
que te faz querer ser poeta.
Sente essa urgência e exala.
Como flor na primavera.
Desabrocha... Revela.

A.E.22/09/2012-AE