segunda-feira, 19 de agosto de 2013


Mesmo envolvida em outros projetos e com a agenda lotada até as tampas, sinto falta daqui, de respirar esse ar onde há tanto de mim.
E embora eu não venha, estou com elas por onde passo, vejo as inflorescências globosas dos ipês rosas, enquanto alguns apressadinhos amarelam a paisagem e, os ainda calmos, ipês brancos aguardam sua vez, ao ponto que suas folhas se desprendem de seus caules pelos ventos do mês de Agosto sob o céu azul e limpo .
Eu aguardo, e aprecio com serenidade cada uma das belezas que os dias reservam, afinal todos os dias podemos escolher como reagiremos a vida, ao mundo e as pessoas que nos tocam, e então, na grande maioria dos dias eu escolho estar em paz e tocar de forma positiva àqueles que passam por mim.
Outono florido como primavera.

AE.19/08/2013