segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014


Às vezes eu olho para você e fico tentando entender o que pode haver por trás desse que se mostra a todos. Que se preocupa por alguém não estar em um lugar onde você considera ser o melhor e se esquece de si quando tens tudo para estar onde quiser e, no entanto, escolhe ficar.
O que há por trás desse alguém que se desconcerta ao ser indagado e expressa física e oralmente seu desencaixe?
Trata a todos com tanta doçura mas sente que está ficando amargo com o passar do tempo.
Quem é você que alcançou tudo e muito mais em uma das áreas da sua vida e segue como se carregasse sobre os seus ombros o peso do mundo?
Tão perto e tão distante, tão social e sozinho. Sinto vontade de ultrapassar esse muro que te separa do mundo e conhecer-te melhor, te fazer companhia... Mas tantos já o fazem.

AE.17/02/14-CA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Exale, polinize e frutifique.
Feliz em ver você aqui.